12 Dicas de como estudar para concurso

Tempo de leitura: 5 minutos

12 Dicas de como estudar para concurso

Olá, caro aluno, como estão os estudos? Aqui é o professor Wallace de Bem e hoje quero passar para você minhas 12 principais dicas de como estudar para concurso público.

como estudar para concurso

 

Como você bem sabe, ser funcionário público é o sonho de uma grande parcela da população. A estabilidade profissional, bem como os altos salários oferecidos são os principais motivos para enfrentar as dificuldades dessa jornada e, enfim, conseguir uma vaga no setor.

Diante dessa realização muitas pessoas passam meses, e até anos, estudando para obter um lugar ao sol. No entanto, frente as reprovações em alguns concursos, bem como a ansiedade em meio a tantos assuntos para aprender, alguns indivíduos se sentem desmotivados e se perguntam se estão fazendo a coisa certa.

Para evitar indagações desse tipo, com base nos ensinamentos do mega concurseiro Kalebe Dionisio separamos algumas dicas de como estudar para os concursos públicos. Observe os tópicos e coloque em prática, caso alguns deles não estejam inseridos em sua rotina.

1 – Como estudar para concurso? Tenha um plano de estudo

Antes de mais nada, monte um plano de estudo eficiente, ou seja, faça um quadro mensal ou semanal onde constarão as atividades obrigatórias que deverão ser realizadas a cada dia como, por exemplo, tempo de estudo de matérias novas, revisão de assuntos, simulados e etc.

Não esqueça de colocar nessa planilha os intervalos necessários a cada hora e meia ou duas horas de estudo. Isso é fundamental para o descanso da mente.

2 – Tempo de estudo

Com o quadro pronto fica mais fácil o candidato observar que os estudos têm início e fim, por isso se dedicará ao máximo no tempo que está destinado a isso.

Caso perceba que, após o término das atividades, tem disposição para estudar mais, considere a possibilidade de aumentar mais uma hora em seu cronograma. O contrário também é válido, ou seja, diminua uma hora ao se sentir cansado depois do horário estipulado.

3 – Tenha metas

Ter uma meta para o dia é essencial para vencer a preguiça e o desânimo. Sendo assim, além do quadro mensal ou semanal que precisa ser feito, estipule passo a passo o que será visto em determinado dia. Risque o que já foi comprido, isso dará mais motivação para realizar o que falta.

4 – Interesse

Mesmo sabendo que todas as matérias serão exigidas na prova, o candidato tende a estudar mais aquelas que tem mais facilidade e gosta. As mais complexas e que são de difícil compreensão, inevitavelmente são pouco revisadas.

Com o plano de estudo esse fato é corrigido, visto que não há como fugir do que menos lhe satisfaz e, da mesma forma, evita distrações no percurso.

5 – Esquecimento

Como não esquecer o que foi estudado? Para evitar isso, reserve em seu plano de estudo, alguns minutos ou, até mesmo, 1 hora para revisar as matérias que já foram estudadas. Desse modo o conteúdo estará sempre fresco na mente.

6 – Revisão

Prepare fichas de resumo com os tópicos mais importantes do conteúdo estudado. Nesse material é recomendado que os assuntos estejam esquematizados e separados por itens para que facilite a memorização.

Tenha cuidado para manter o conteúdo bem organizado e de uma forma que se entenda rapidamente o que precisa ser revisto.

7 – Simulados

Não basta apenas saber a parte teórica, pelo contrário, muitas vezes isso não é o suficiente para ir bem na prova. Sendo assim, busque provas anteriores e resolva as questões. Ao sinal de dificuldade em alguma delas, reveja o conteúdo e tente mais uma vez até acertar e compreender o esquema das questões.

8 – Exercícios

Essa dica é um complemento da anterior, visto que todas as matérias, tanto da área de humanas e, principalmente, da área de exatas precisam de exercícios para que o conteúdo seja fixado na memória. Se possível adquira apostilas só com questões para que possam resolvê-las e, dessa forma, verificar o que precisa ser estudado com mais afinco.

9 – Novos conteúdos

Evidente que a maioria dos candidatos se preparam para a prova mesmo antes de divulgado o edital. Geralmente o conteúdo da última prova é o caminho ideal para dar início aos estudos. Porém, quando o edital é lançado pode ocorrer alguma modificação no conteúdo. Sendo assim, inclua as matérias no plano de estudo e dê mais atenção a elas.

10 – Pontos fracos

O candidato deve estar atento, a todo o momento, aos seus pontos fracos, ou seja, o seu plano de estudos deve se adequar as dificuldades que enfrenta nessa jornada. Assim, caso tenha dificuldades na compreensão de alguma matéria, dedique mais tempo a ela.

Da mesma forma, caso sofra reprovações em provas prestadas, reveja o que deu errado e se ajuste as novas estratégias.

11 – Reprovações

Como estudar para concurso e ainda lidar com reprovações? Não veja as reprovações como fracasso, pelo contrário, esse resultado negativo é uma forma de rever o que está dando errado em seu plano de estudos. Refaça as questões da prova e tente compreender o que antes não estava claro para você.

12 – Relaxamento

É fato que o candidato precisa se dedicar aos estudos, contudo, não deve se abdicar de sua vida social. Sempre que possível se distraia com amigos e familiares, pois isso o ajudará a se sentir mais relaxado e pronto para voltar aos estudos.

13 – Dica extra – Utilize o guia prático do concurseiro

Hoje está cada dia mais concorrido as provas de qualquer concurso, por isso você precisa conseguir vantagem sobre os outros concorrentes e o que me ajudou muito e tem ajudado outros concurseiros é o guia prático para passar em concurso público em 1 ano, um curso indispensável para quem quer ser aprovado o mais rápido possível, Clique Aqui para saber mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *